Fisioterapia Dermato Funcional

Visa a prevenção, promoção e recuperação do indivíduo, no que se refere aos distúrbios endócrino/metabólicos, dermatológicos, circulatórios e/ou músculo esqueléticos. Objetiva prevenir e restaurar as alterações patológicas, lançando mão de conhecimentos e recursos próprios, com os quais, buscam promover, aperfeiçoar ou adaptar através de uma relação terapêutica, o indivíduo a uma melhor qualidade de vida.

Pré e Pós-operatório

Prepare o seu corpo objetivando um melhor resultado. Diminua edemas (inchaços), hematomas, melhore a circulação, textura, qualidade da pele e cicatrizes. Finalize com sucesso o seu tratamento!

Estética Corporal

Tecnologia inovadora e eficaz para eliminar as gordurinhas, celulites, estrias e flacidez indesejáveis. Muito além da estética, você merece qualidade de vida! Conheça o melhor!

Estética Facial

Promova uma limpeza profunda, clareamento, hidratação e rejuvenescimento da sua pele, tornando-a ainda mais bela!

Promover Relaxamento

O seu corpo habita e transmite tudo aquilo que recebe no decorrer da vida, sejam momentos de alegria, momentos de tristezas ou mesmo stress. Trabalhe as disfunções existentes eliminando as tensões acumuladas.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Novidades no Espaço Derma.


O Espaço Derma está com muitas novidades para vocês. Para começar, avisamos que mudamos nosso local de atendimento (agora estamos localizados no Setor Bueno). Outra novidade é a parceria com a Drª Leticia Andrade, dermatologista formada pela Universidade de São Paulo que agora também atende aqui no Espaço Derma. Outras novidades você pode conferir no nosso novo site: Espaço Derma. Marque sua avaliação e venha conhecer de perto nosso serviços!

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Vale a pena aderir à nova onda?


1. Quando a questão é saúde 
“O corte do glúten é indicado principalmente para celíacos – portadores de uma doença autoimune hereditária que interfere intensamente no intestino delgado”, explica o gastroenterologista Silvio Gabor, de São Paulo. Mas também existem os alérgicos ou intolerantes a gliadina, uma proteína presente no trigo, na aveia, no centeio, na cevada, nos cereais utilizados na composição de alimento e bebidas industrializadas. A reação alérgica pode abranger sintomas na pele, nas vias respiratórias e até gastrointestinais. 

2. Acho que sou alérgica. E agora? 
Se você está perdendo peso, apresentando deficiência de ferro, anemia ou tem uma história familiar de doença celíaca, procure um médico antes de cortar a proteína. O gastroenterologista explica que as substituições de nutrientes são importantes. “Alimentos sem glúten também são menos propensos a serem enriquecidos com vitaminas. Além de excluir o glúten da dieta, o celíaco precisa fazer outras substituições, como comer mais alimentos integrais, feijão, nozes, sementes, frutas frescas e vegetais”. É importante também ficar atento aos rótulos. Um muffin sem glúten, por exemplo, geralmente contém menos fibras do que um feito de trigo e ainda contém os mesmos perigos nutricionais como gordura e açúcar. 

3. E se eu quero emagrecer? 
Apesar de muitos paradoxos na questão da perda de peso, alguns especialistas acreditam que a proteína pode causar uma sensibilidade que contribui para a obesidade. “Estudos recentíssimos mostram que o glúten favorece a permeabilidade intestinal, deixando que fragmentos não digeridos dessa proteína passem para a corrente sanguínea. Isso desencadeia uma resposta inflamatória, contribuindo para a obesidade e agravando-a, já que o próprio peso em excesso é uma doença inflamatória", explica a nutricionista Gisela Savioli, de São Paulo, autora de Tudo Posso, Mas Nem Tudo Me Convém (Edições Loyola). 

4. Nem só de dieta glúten-free se faz uma dieta 
A perda de peso não está relacionada somente ao corte da proteína. Para emagrecer, você deve seguir recomendações nutricionais, como cortar alimentos processados que são naturalmente ricos em calorias e gorduras. Fique atento e siga um cardápio equilibrado e saudável. 

5. Em quais alimentos estão presentes o glúten? 
Nem todos os grãos contêm glúten: amaranto, painço, sarraceno e quinoa são exemplos disso. O glúten também pode estar escondido em alimentos que não imaginamos como hambúrgueres vegetarianos ou saladas e até mesmo em alguns suplementos ou medicamentos. E você não precisa deixar de ir a seus restaurantes preferidos por causa da restrição ao glúten. A indústria alimentícia tem se adaptado cada vez mais às necessidades dietéticas especiais. Além disso, tem crescido consideravelmente o número de restaurantes específicos ao público adepto a dieta sem glúten.

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Ioga a 40 graus


Febre nos Estados Unidos, a hot ioga, modalidade praticada em uma sala com temperatura entre 40 e 44 °C, está começando a fazer muita gente suar também por aqui. O exercício é intenso e promete bem-estar na mesma medida. A aula trabalha a flexibilidade da coluna em 26 posturas clássicas da hatha ioga, com durações curtas e repetidas duas vezes cada uma, em uma sequência fixa de 90 minutos. "Isso favorece o sistema nervoso e tira a pressão das vértebras. Há ainda um uso significativo dos músculos das pernas, o que ajuda a fortalecer os joelhos", diz a instrutora Karina Ruiz, do YogaLab, estúdio especializado na técnica, em São Paulo. Saiba mais sobre o método: 

Por que tão quente? 
"O calor faz com que o corpo queime mais calorias e elimine mais toxinas pelo suor. O desafio de se exercitar em uma sala aquecida e úmida também ensina a dominar a respiração e a tranquilizar a mente", diz Karina. 

Quais são os benefícios? 
Segundo a instrutora, a hot ioga ajuda a melhorar a postura, a minimizar os problemas de coluna, a fortalecer os músculos, os ossos e todos os sistemas do organismo, além de regular a pressão arterial, o nível de açúcar no sangue e o metabolismo. A prática ainda diminui o stress e a ansiedade. 

Como não se desidratar? 
A dica é beber bastante água antes, durante e no final da aula. Ao longo do dia, complete com suco e água de coco, além de frutas e vegetais. No entanto, é proibido café, chás com cafeína e bebidas alcoólicas. 

Que roupa usar? 
Peças confortáveis, como bermuda, legging, camiseta e top de tecidos leves e flexíveis. 

Quem pode fazer? 
Com paciência e dedicação, qualquer pessoa pode fazer a hot ioga. A prática só não é aconselhável para menores de 13 anos.

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Últimas semanas de promoção


O Espaço Derma está com combos promocionais válidos até o dia 30/04. Os pacotes são variados e possuem funções que vão desde o cuidado da pele do rosto até a perda de medida e tratamento de celulite. Escolha o seu e marque já uma avaliação: (62) 3932-8717 / 9906-8717.









terça-feira, 22 de abril de 2014

Conheça a diferença entre Botox, peeling e preenchimento



Alguns procedimentos estéticos já parecem tão banais quanto ir à manicure. Mas, você sabe de verdade qual a origem e para que fins foi desenvolvido o Botox, por exemplo? "A toxina botulínica é uma substância extraída de uma bactéria, o Clostridium botulinum, e tem a capacidade de paralisar e relaxar temporariamente a musculatura, diminuindo assim as rugas", esclarece a especialista em cosmiatria, Raquel Tancsik Cordeiro. Esta toxina é a substância causadora do botulismo (doença que paralisa a musculatura do corpo), porém, se utilizada em pequenas doses, não é capaz de desencadear a doença. 

"O Botox é mais comumente utilizado para tratar as marcas de expressão do terço superior da face (pés de galinha, testa e o músculo entre as sobrancelhas). Atualmente, o enfoque deste procedimento é relaxar a musculatura de forma a prevenir o surgimento de rugas profundas, mas sem perder a aparência natural, sem perder a mímica facial", afirma a cosmiatra.

No entanto, nem sempre isso é o que acontece. Exagerar na dose ou cair na mão de um profissional inexperiente pode resultar em hematomas, perda de expressão, queda das pálpebras e enfraquecimento dos músculos. A dermatologista Ana Lúcia Récio também adverte sobre altas doses aplicadas no pescoço: podem causar enfraquecimento dos músculos flexores e, às vezes, dificuldade temporária para deglutir", alerta. Além de pescoço e região dos olhos, recorre-se à aplicação de Botox no colo e cantos da boca, que caem com o tempo, deixando um ar triste. 

A médica nutróloga Daniela Hueb cita outras indicações clínicas para o medicamento Botox: "trata o incômodo problema da transpiração excessiva nas axilas, nas palmas das mãos e dos pés, resolve o estigma dos tiques nervosos e algumas paralisias faciais, sem falar no seu uso na medicina em geral: estrabismo, dores de cabeça, incontinência urinária, paralisias de mão e braços, entre outros". Porém, mulheres grávidas ou que estão amamentando, pessoas que fazem o uso de antibióticos e as alérgicas ao produto devem manter-se longe deste procedimento. 

A aplicação do Botox é feita com agulhas finas na área a ser corrigida. "Normalmente são feitas três aplicações entre as sobrancelhas e três na parte externa da cada olho (no local correspondente aos pés de galinha), sem necessidade de anestesia", afirma a Ana Lúcia. O cirurgião plástico, Marco Túlio, explica que o melhor resultado se dá quando o frasco com a toxina botulínica é aberto quase no momento da aplicação. Segundo ele, não é recomendado reaproveitar ou armazenar doses que sobraram no frasco, assegure-se disso. 

O procedimento demora cerca de 20 minutos e a recuperação é rápida. "Os resultados começam a aparecer 48 horas após a aplicação, chegando ao final em 14 dias", diz Daniela. Depois da aplicação, o ideal é que a pessoa fique sem deitar nem tocar o rosto por quatro horas. "Já movimentar insistentemente os músculos corrigidos, franzindo ou enrugando a testa, as sobrancelhas ou os olhos, otimiza os efeitos", afirma a dermatologista.


Outros métodos que comumente prometem rejuvenescer, segundo a cosmiatra Raquel, são os preenchimentos. "Eles são geralmente realizados com uma substância chamada ácido hialurônico, que tem o objetivo de redefinir contornos e tratar rugas estáticas (vistas mesmo com a face relaxada), como o famoso bigode chinês, além de repor volume facial", diz. Há ainda os peelings químicos (abrasivos) e lasers, que permitem atenuar marcas senis através de ações mecânicas ou de radiação. 

O importante, sempre antes de realizar estes procedimentos, é procurar um profissional capacitado para que tenha orientações a respeito de que procedimento é mais indicado para cada caso. Para Raquel, além disso, é preciso ter em mente que estes são procedimentos complementares ao acompanhamento dermatológico periódico e tratamento constante da pele.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

I-Lipo: o novo método de tirar gordura


O que é o I-Lipo?

O I-Lipo é uma técnica não invasiva, tão eficiente quanto a tradicional lipoaspiração, quereduz a gordura localizada e celulite, melhorando a definição e contorno corporal. Em uma única sessão você perde cerca de quatro centímetros, e pode ser aplicado em qualquer lugar do corpo.

O equipamento da I-Lipo, que é sucesso na Europa, é tecnologia de última geração que emite baixos níveis de laser lipólise diode frio, que atuam diretamente sobre a gordura localizada, rompendo as membranas das células adiposas, sem danificar os vasos sanguíneos e os nervos periféricos, eliminando a gordura através da drenagem linfática. E como essas células de gordura serão destruídas por essa lipo ultra-sônica, você nunca mais terá o acúmulo de gordurinhas no local tratado. Não é o máximo?

Quais são os resultados esperados?

É recomendado um plano de oito sessões (duas por semana) para um resultado efetivo. Não há nenhuma restrição após as sessões, nem marcas ou manchas, e recomenda-se dieta e exercícios físicos para potencializar a perda de gordura. Ao final do tratamento, alguns pacientes diminuem 1 ou 2 números do manequim.

Há algumas contra indicações como doenças cardíacas, renais ou câncer, portanto procure um bom médico da área estética para que você seja avaliada e receba as recomendações certas para que sua I-Lipo seja sucesso.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Aprenda táticas para acordar cedo e ter ótimas noites de sono

Se está habituada a tirar a cabeça do travesseiro só depois das 10h das manhã, atenção: não adianta resolver que a partir de segunda-feira você acordará às 6h e simplesmente mudar o horário do seu despertador. Seu corpo precisa se acostumar lentamente com esse ajuste: a cada 2 dias, coloque o alarme para 10 minutos antes do que o horário padrão. Veja algumas dicas para dormir bem e conseguir acordar cedo numa boa. 

· Saiba a hora de dormir
Não é por ter acordado cedo que seu corpo vai apagar cedo sozinho também. Você deita na cama, fica olhando para o teto, conta carneirinhos e....NADA! Pensar que você só terá poucas horas de sono deixa você ainda mais desperta. Acalme-se, com o tempo o seu corpo acostuma e você acaba caindo na cama. Programe-se para deitar um pouco antes do que o normal a cada dia. 

· Um passo de cada vez
Em vez de fazer uma lista mental de tudo que tem para realizar no dia assim que abre os olhos, foque em planejar apenas os próximos 30 minutos. E pegue leve. Acha que assim aumentam os riscos de esquecer alguma tarefa? Organize-se para fazer uma lista de afazeres antes de sair do trabalho.

· Um café, por favor
Apostar na sua dose diária de cafeína é uma ótima opção . Ela demora cerca de 30 minutos para fazer efeito e irá durar até o meio da tarde, quando já começa a bater aquele cansaço. Ama café e não vive sem suas (várias) xicrinhas diárias? Para conseguir dormir cedo depois, adote a versão descafeinada da bebida a partir das 12hs. Assim a substância já terá saído do seu corpo na hora de ir para a cama.

· Academia à noite!
Você já deve ter lido que é bom começar o dia se exercitando, mas cientistas descobriram que o bom mesmo é frequentar a academia à noite - ou no fim da tarde. Após toda a movimentação, seu corpo demora umas 3 horas para esfriar, e daí envia uma mensagem para o cérebro de que está na hora de dormir.

· A ceia ideal
Existem, sim, alimentos capazes de melhorar o seu sono e deixá-la mais disposta na manhã seguinte. Tomar leite e ingerir cereais uma hora antes de ir para a cama estão nessa categoria.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Bio Surf Yoga para fortalecer os músculos

Imagine essa mistura: movimentos do surf com posturas tradicionais da Ioga. Essa é a proposta da aula de Bio Surf Yoga. Os exercícios são realizados em cima de uma prancha bem parecida com aquela usada no esporte e tem como principal objetivo aproveitar a instabilidade da prancha para fortalecer a musculatura da região do core, braços e pernas, além de treinar o equilíbrio, deslocamento do corpo e força. 

Para simular a experiência do Surf, além da prancha, o bosu - plataforma de trabalho funcional sobre a qual são realizados diferentes tipos de exercícios - também é utilizado. É ele que define o nível de intensidade dos movimentos: fácil (sem bosu, apenas com a prancha apoiada no chão); intermediário (com dois bosus, em cada ponta da prancha) e difícil (com apenas um bosu no meio da prancha). “Os exercícios trabalham principalmente o alinhamento do eixo de gravidade com foco no equilíbrio”, explica Mariana Michelin, coordenadora de Ioga da Bio Ritmo. 

Com duração de 90 minutos, a modalidade é dividida em três fases: sentado, quatro apoios e em pé. O nível de intensidade e dificuldade é progressivo. A aula tem início com posturas tradicionais da Ioga, como Sukasana (pernas cruzadas sobre a prancha) e Dandasana (pernas estendidas e juntas sobre a prancha e coluna ereta), passando pelas posturas Adho Muka Swanasana (mãos e pés em cima da prancha, formando um triângulo), Goasana (mãos e joelhos no chão como se fosse uma mesa), terminando com Tadasana (em pé, braços ao lado do corpo) e Vrikshasana (colocar o pé na lateral da perna que está apoiada na prancha). 

Bio Surf Yoga é uma opção diferente não só para quem pratica Ioga, como também para quem gosta de surf, já que a modalidade serve como um treinamento de preparação física fora da água. A novidade acaba de desembarcar no Brasil, trazida pela Bio Ritmo Academias.

quinta-feira, 27 de março de 2014

Os benefícios dos exercícios na água


Correr, malhar e pedalar dentro d’água. Sim, isso é possível e está se tornando cada vez mais comum. Sobe a onda das atividades aquáticas que, devido à procura, tem se espalhado pelas academias Brasil afora. Essa crescente demanda se justifica: o exercício físico realizado dentro de uma piscina é benéfico à mente e ao corpo, sobretudo às articulações, que são poupadas de grandes impactos. “Isso porque a ação da gravidade é reduzida no meio líquido”, lembra o ortopedista Arnaldo Jose Hernandez, do Hospital das Clínicas de São Paulo. 

Para ter uma ideia, se a água estiver no nível do ombro, é como se o peso do corpo diminuísse em 90% — e a gente fica leve feito uma pluma. “O resultado é uma menor sobrecarga nas pernas e nos braços, o que é ótimo para quem sofre com doenças articulares como artrite e artrose”, diz o fisiatra Gilbert Bang, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. 

Os indivíduos com excesso de peso, problemas nos joelhos ou na coluna também podem desfrutar desse mergulho numa boa. Por falar em coluna, pesquisadores da Faculdade de Educação Física de Wroclaw, na Polônia, recrutaram 94 crianças de 8 a 13 anos, todas com escoliose, um desvio postural. Elas seguiram um programa que, além da tradicional natação, incluía exercícios de correção para a escoliose na piscina. Depois de seis meses, os especialistas constataram que houve uma melhora significativa no problema. É que malhar dentro d’água contribui para restaurar o equilíbrio e a estabilidade do centro corporal. 

Apesar de sua aparente fluidez, o meio líquido exerce uma força considerável sobre o corpo, que atua como uma resistência aos movimentos, trabalhando os nossos músculos por completo. “É como se estivéssemos fazendo séries típicas da musculação, com a vantagem de trabalhar toda a musculatura de uma vez só”, compara Maurício Garcia, fisioterapeuta do Centro de Traumatologia do Esporte da Universidade Federal de São Paulo. E por causa dessa mesma resistência muitos dos exercícios aquáticos queimam mais calorias do que os realizados em terra firme. O gasto calórico médio pode variar de 260 a 700 calorias por hora — tudo depende do tipo de treino escolhido. 

Além de incinerar calorias, exercitar-se na piscina promove aquele relaxamento, sobretudo quando a água é aquecida. “A temperatura ligeiramente elevada dilata os vasos sanguíneos, melhorando a circulação e, de quebra, o transporte de oxigênio para os tecidos”, conta Ricardo Cury, ortopedista da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Assim, a sensação agradável de calor chega mais rápido ao hipotálamo, lá no cérebro, o centro que interpreta os estímulos prazerosos. Sem falar que a atividade física por si só faz o organismo liberar endorfina, substância que alivia as dores e aumenta a disposição. 

A água também produz um efeito massageador. “E essa espécie de massagem trabalha a consciência corporal e alonga os membros”, atesta José Kawazoe Lazzoli, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte. Tudo isso combinado funciona como um petardo de bem-estar contra o estresse, a ansiedade e até a depressão. 

Conheça algumas das novidades das academias:

Hidro Jump: a aula acontece em cima de uma cama elástica e fortalece glúteos, pernas e abdômen. Em 45 minutos, derrete cerca de 500 calorias. 

Deep Running: a corrida na água trabalha força e resistência sem prejudicar as articulações. Detona 400 calorias/aula. 

Acqua Circuit Training: o treino mistura bike, corrida e trampolim, aumentando o trabalho aeróbico e o ganho de força, além de queimar 400 calorias/aula.

terça-feira, 25 de março de 2014

3 molhos para salada: levinhos, práticos e refrescantes

É só misturar os ingredientes para deixar o seu prato mais saboroso! A revista Boa Forma convidou três experts da área da saúde e da gastronomia para mostrarem como preparar molhos de saladas simples e deliciosos. Com pouquíssimas calorias e baixo teor de sódio, as receitas a seguir vão dar o toque especial que faltava na sua dieta! Experimente as combinações sugeridas pelas nutricionistas Natália Jürgensen e Talitta Maciel e pelo chef Kaio Pires, da Casa Bistrô.

1. Molho de iogurte com manjericão

Ingredientes: 1 copo de iogurte desnatado + 1 col. (sopa) de azeite + 1 dente de alho + 2 col. (sopa) de manjericão + 2 col. (sopa) de suco de limão + pitada de açúcar ou adoçante culinário.


Modo de preparo: bata tudo no liquidificador.


Calorias por porção: 40 (cada 3 colheres de sopa).



2. Molho de queijo

Ingredientes: 1 xíc. (chá) de queijo branco ou cottage ou ricota + 1 copo (200ml) de iogurte desnatado + 1 col. (sopa) de suco de limão.


Modo de preparo: bata tudo no liquidificador.


Calorias por porção: 36 (cada 3 colheres de sopa).

3. Molho de hortelã

Ingredientes: 2 col. (sopa) de açúcar ou adoçante culinário + 4 col. (sopa) de folhas de hortelã + 2 col. (sopa) de água quente + 1 copo (250) ml de vinagre tinto.


Modo de preparo: polvilhe o açúcar nas folhas de hortelã e faça uma maceração acrescentando a água quente. Depois de frio, coloque o vinagre.

 
Calorias por porção: 15 (cada 3 colheres de sopa).

segunda-feira, 24 de março de 2014

Massagem redutora, modeladora e drenagem linfática: saiba diferenciar cada uma.

Conheça a massagem redutora, a modeladora e a drenagem linfática e saiba como diferenciar os diversos benefícios de cada uma:

Drenagem Linfática

A técnica manual é a campeã de audiência nas clínicas de estética. Merecidamente: esse tipo de massagem, que deve ser feita com movimentos delicados e rítmicos, varre as toxinas do organismo, elimina o inchaço e colabora com a oxigenação da pele, suavizando o aspecto da celulite. A sessão dura aproximadamente uma hora.

Tem que doer para fazer efeito?

"De jeito nenhum!", garante a esteticista Cláudia Fontenele, de São Paulo. "O objetivo dela é só agilizar o fluxo da linfa, ou seja, melhorar um processo que o nosso organismo faz naturalmente", diz. "E, como a linfa trabalha de forma vagarosa, a massagem deve ser suave, relaxante até", garante.

Tudo bem se deixar hematoma?

Também não. "Isso indica que houve rompimento de algum vaso capilar, ou seja, uma pressão muito forte", fala a esteticista.

Pode ser associada a outra massagem?

Pode, mas deve ser feita sempre depois da redutora ou da modeladora.

A drenagem consegue reduzir a gordura localizada?

Sim, porque ativa o metabolismo, facilitando a eliminação da adiposidade.

Precisa usar creme?

Não necessariamente, mas o produto facilita o deslize das mãos.

Massagem modeladora

Muito confundida com a drenagem linfática, essa massagem sob medida para desenhar curvas é realizada com maior vigor e - importante - no corpo todo. A esteticista pressiona os pontos de celulite e de acúmulos de gordura e, assim, suaviza esses problemas. Cada sessão dura de 40 minutos a uma hora.

Tem que doer?

Dói um pouco, sim, mas dá para aguentar.

Tudo bem se deixar hematoma?

Ela pode até deixar, dependendo da sensibilidade de cada pessoa.

Tem que usar creme?

O uso de cosméticos específicos, com ativos que atuam na queima da gordura, pode ajudar a potencializar o resultado.

Massagem redutora

É feita com movimentos de deslizamento e amassamento profundos, seguindo um ritmo acelerado. De acordo com Cláudia Fontenele, a diferença da massagem modeladora para a redutora é que a última é aplicada somente em áreas específicas, como abdômen e culote.

O profissional também usa acessórios para potencializar a ação das manobras. Os efeitos aparecem se você fizer, no mínimo, uma sessão por semana. Dura cerca de 40 minutos.

Tem que doer?

Pode doer, sim. Tudo depende da sua sensibilidade e da experiência da esteticista.

Tudo bem se deixar hematoma?

Marcas roxas significam que algum vasinho estourou - então, não pode.

Tem que usar creme?

Os cremes redutores podem ajudar no resultado, mas os dermatologistas dizem que não há estudos científicos de peso que justifiquem o seu uso.

quarta-feira, 19 de março de 2014

Pacotes Diamond e Platinum

O Espaço Derma traz mais uma promoção para vocês. São dois pacotes de tratamentos corporais com descontos imperdíveis. Tratamentos para gordura localizada, celulite e flacidez. Venha cuidar do seu corpo, marque uma avaliação: (62) 3932-8717 / 9906-8717



terça-feira, 18 de março de 2014

Benefício do alimento: farinha de banana verde


O amido resistente dessa fruta evita picos de glicose no seu sangue e traz saciedade. A farinha de banana verde é feita justamente com a fruta que ainda não amadureceu. Mas comer uma fruta verde não faz mal? No caso da banana, ela está cheia de benefícios e o principal deles é o tal do amido resistente. Por ser digerido apenas no intestino, e não no estômago, ele traz uma série de benefícios para o nosso organismo, como turbinar a imunidade, melhorar a digestão e até fazer bem aos índices glicêmicos.

A banana verde pode ter de 55 a 93% de seu amido na forma resistente, uma forma de carboidrato muito mais saudável para o organismo e responsável pela maior parte de seus benefícios à saúde, por ser digerido apenas no intestino delgado e não se converter em glicose que será liberada na corrente sanguínea. Além disso, ela apresenta menos sacarose, um tipo de açúcar natural da fruta. 

Além disso, a banana verde tem menos calorias e carboidratos, como é possível verificar na tabela acima, o que ajuda a reverter o ganho de peso. E possui zero gorduras, o que permite a inclusão de outros alimentos com gorduras boas na refeição. Para completar, ela possui mais fibras do que a banana madura também, o que melhora também o trânsito intestinal. A farinha mantém os principais nutrientes da banana verde, mas não se sabe ao certo o quanto ela conserva do aminoácido triptofano, por exemplo, precursor da serotonina, neurotransmissor relacionado à sensação de bem-estar.

Benefícios da farinha de banana verde

Ajuda a emagrecer 
A banana verde e sua farinha são ricas no tal do amido resistente, e é justamente esse composto que ajuda a controlar a fome. Isso porque eles retardam o processo de digestão, pois sua estrutura cristalina torna sua digestibilidade mais difícil. Dessa forma, ele fica mais tempo pelo estômago, melhorando a saciedade e reduzindo o consumo de alimentos nas refeições seguintes. O que ajuda a reduzir aquela fome que aparece fora de hora, auxiliando o emagrecimento. 

Reduz a produção de insulina
Esse é o hormônio que coloca o açúcar para dentro das células. Portanto, quanto mais glicose for liberada na digestão feita estômago, maior a produção dessa substância no organismo. Mas o amido resistente tem uma função semelhante a das fibras, segurando a absorção desse nutriente, e evitando picos glicêmicos. Por isso, ela é considerada um alimento de baixo índice glicêmico. 


Melhora o funcionamento do intestino
O amido resistente também guarda semelhanças com as fibras nesse aspecto, ele não é digerido no estômago, apenas no intestino delgado. Assim, ele atua no processo fermentativo no cólon, através da ação das bactérias probióticas da microbiota intestinal (flora intestinal). No saldo final, isso ajuda o desenvolvimento dessas bactérias do bem, em detrimento dos micro-organismo presentes no intestino que fazem mal para nossa saúde. Como resultado, temos uma melhor absorção de nutrientes, o que dá ao corpo tudo que ele precisa para funcionar de forma correta. 

Evita constipações
Esse efeito positivo no intestino também melhora o trânsito intestinal, o que é acentuado pela presença de fibras. 

Reforça a imunidade
No intestino são produzidas cerca de 60% das imunoglobinas, células de defesa do nosso corpo. Portanto, quando o órgão está funcionando bem, nosso corpo fica mais protegido. Além disso, estudos mostram que o consumo de farinha de banana verde pode levar a produção de ácidos graxos de cadeia curta no intestino. Quando eles estão em falta, fica mais fácil para as bactérias nocivas da microbiota intestinal se deslocarem para a corrente sanguínea, aumentando a chance de infecções pelo corpo. 

Diminui o colesterol
Assim como a glicose demora mais para ser enviada para a corrente sanguínea, o mesmo ocorre com o colesterol. Além disso, aqueles ácidos graxos de cadeia curta são responsáveis pela redução da absorção do colesterol no intestino. O resultado é que há uma redução do LDL (colesterol ruim). Quem sai ganhando com isso é a nossa saúde, já que o LDL em excesso pode acarretar no acúmulo de placas de gordura nas artérias do corpo, entupindo-as, um quadro chamado aterosclerose. Isso aumenta a chances de infarto ou de AVC, se o bloqueio ocorrer perto do coração ou do cérebro.

segunda-feira, 10 de março de 2014

Tratamentos faciais e corporais com desconto

O Espaço Derma traz mais uma novidade para você. Dois pacotes de tratamentos corporais e faciais para você cuidar do corpo e ficar ainda mais bonita. Os procedimentos faciais têm a função de renovar a pele do rosto promovendo o rejuvenescimento. Os corporais são voltados para quem sofre com as temidas gorduras localizadas e celulites. Marque já sua avaliação: (62) (62) 3932-8717 / 9906-8717. Cuidar do corpo propicia bem-estar e auto-estima.





sexta-feira, 7 de março de 2014

Promoção Espaço Derma


O Espaço Derma vem com mais uma novidade para você. Além dos combos de promoção para tratamentos faciais e corporais que já falamos aqui, agora você também tem a opção de escolher entre os Planos Diamond e Platinum. Esses planos são tratamentos corporais mais completos para quem quer tratar celulite, flacidez e gordura localizada. Saiba mais sobre cada um dos pacotes e marque já sua avaliação: (62) 3932-8717 / 9906-8717.

Plano DIAMOND
Tratamento: Gordura Localizada/ Celulite/ Flacidez

RADIOFREQUÊNCIA  (2 sessões)
ILIPO (8 sessões)
PLATAFORMA VIBRATÓRIA (10 sessões)

Total: 60% de desconto!!!
5220, 00 R$ por 3000,00 R$ (8 sessões/ 375,00 R$ a sessão)

Plano PLATINUM
Tratamento: Gordura Localizada/ Celulite/ Flacidez

CARBOXITERAPIA (8 sessões)
ILIPO (8 sessões)
MEGA SHAPE (8 sessões)
PLATAFORMA VIBRATÓRIA (8 sessões)

Total: 75% de desconto!!!
3680,00 R$ por 2800,00 R$ (8 sessões/ 350,00 R$ a sessão)

PARCELAS EM ATÉ 5X NO CARTÃO!

quinta-feira, 6 de março de 2014

20 lotes de suplemento de proteína são barrados pela Anvisa


Nas análises foram encontradas substâncias não descritas na lista de ingredientes como amido, milho, soja e fécula de mandioca. A maior preocupação é com a soja que pode causar reações nos consumidores que tenham algum tipo de alergia a esse alimento. 

Essa diferença da composição do produto e do rótulo pode aumentar ou diminuir o peso de quem consome o produto, comprometendo o treino diário. Das 25 marcas, 19 apresentaram valores de carboidratos superiores aos declarados e um lote apresentou uma quantidade menor da informada na tabela nutricional. 
Os três suplementos com mais variações de carboidratos foram o Whey NO2 Pro – Pro Corps (1.104% de gramas a mais do que declarado no rótulo), Fisio Whey Concentrado NO2 (869% a mais) e o 100% Ultra Whey – Ultratech Supplements (750% a mais do valor prometido). 

Os lotes barrados estão proibidos de circular no mercado e, os consumidores que tiverem esse produto em casa devem suspender o uso e procurar a fabricante do suplemento. 

Confira quais são os suplementos barrados pela ANVISA: 

Super Nitro Whey NO2 
3W – Fast Nutrition 
Whey Protein Optimazer 
Whey NO2 Pro Baunilha – Pro Corps 
Whey NO2 Pro – Pro Corps 
Whey 5W Pro – Pro Corps 
Ultra Pure Whey+ Isolate Whey - Nutrilatina Age Superior 
Extreme Whey Protein – Solaris 
Extreme Whey Protein – Solaris 
100% Ultra Whey – Ultratech Supplements 
Bio Whey Protein – Performance 
Peter Food – Whey NO2 + Creatine 
100% Whey Xtreme – Pharma 
Super Whey 100% Pure – IntegralMedica 
Super Whey 3W – IntegralMedica 
Fisio Whey Concentrado NO2 
Designer Whey Protein 
Muscle Whey Proto NO2 - Neo Nutri 
Whey Protein 3W – DNA Design Nutrição Avançada 
Isolate Whey – Neo Nutri

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Tonalizantes e iluminadores para dar um up na cor


Eles são ótimos para quem deseja disfarçar a pele branquinha (pena que não deu para pegar uma praia ou piscina...) ou até mesmo potencializar o bronzeado conquistado durante as férias. Não estamos falando de autobronzeadores, os cosméticos que contêm a substância DHA e tingem as células superficiais da pele, escurecendo-as sem a necessidade de tomar sol. Esses funcionam como uma maquiagem para o corpo, valorizando pernas, braços, costas e colo para um dia ou noite especiais. Também ajudam a camuflar pequenas imperfeições, como estrias, celulite e vasinhos, já que a cor sutilmente mais escura ajuda nessa tarefa – pode vestir a minissaia sem neuras! Por se tratar de um tipo de make corporal, não dá para assinar em baixo que não mancham as roupas (melhor evitar as claras), mas as fórmulas estão mais modernas, com maior fixação e durabilidade. Depois, para remover, basta entrar no banho. Conheça as nossas 6 apostas, divididas em duas categorias: os tonalizantes e os iluminadores.

3 iluminadores para realçar a cor

Aqui, a ideia é deixar braços, colo, costas e pernas com toque sedoso e aparência acetinada e luminosa – ainda que a pele esteja branquinha. Os que contêm partículas cintilantes, no entanto, também realçam o corpo de quem já está moreninha de sol:


1. Bronze Bifásico Corpo, Quem Disse, Berenice?, 39,90 reais (60 ml)
Por ser em óleo, é uma boa pedida para mulheres com a pele seca e que gostam de bastante brilho.

2. Illuminating Bronzing Oil, Sephora, 92 reais (150 ml)
Em spray, é fácil de aplicar e tem partículas metálicas que garantem um brilho dourado e luminoso.

3. Tododia Amora e Amêndoas Creme Hidratante Iluminador para Colo, Braços e Pernas, Natura, 18 reais (70 g)
Dá um brilho bem sutil e tem aroma suave. Contém manteiga de karité, proteínas do arroz e vitaminas E e B5 para hidratar.

3 novos tonalizantes para ganhar cor

As versões em spray funcionam como uma base, especialmente para as pernas, e escondem algumas imperfeições, como vasinhos e pequenas manchas. O acabamento é opaco. Os géis não garantem cobertura, mas escurecem um tom, no máximo dois, a sua tonalidade de pele. Alguns contêm partículas douradas, o que, com o reflexo da luz, ajudam a camuflar estrias e celulite:


1. Make B. Rio Sixties Alto Verão Maquiagem para Pernas, O Boticário, 57,99 reais (125 ml)
Funciona como uma base e tem versão para peles claras e morenas. Em spray, promete secar rápido.

2. Skinsheen Leg Spray, M.A.C, 129 reais (75 ml)
A textura em musse, supermacia, facilita espalhar o produto de forma uniforme. Não oferece cobertura total. Apenas tonaliza as pernas num tom acobreado.

3. Tribal Sunset Spray On Leg Foundation, Artdeco, 129 reais (100 ml)
Opaco, proporciona uma leve cobertura para camuflar imperfeições, como se fosse uma base. Disponível em três tonalidades

Aplique sem erro 

Os maquiadores Eliezer Lopes, de são Paulo, eRafael Melo Ramos, do salão House of Beauty, também em são Paulo, entregam os truques para uma cor temporária:

• Retirar as células mortas com uma esfoliação prévia caprichada faz toda a diferença no resultado. Estar com as pernas depiladas também! 
• As mãos, mais precisamente a palma delas, são as melhores ferramentas para espalhá-los de maneira uniforme, sem ficar com a marca dos dedos. Aplique o produto, especialmente os tonalizantes, com movimentos circulares para um resultado uniforme. 
• Não exagere na quantidade para evitar uma aparência artificial – excessivamente escura ou brilhante demais. Passe aos poucos até conseguir o efeito que deseja. Geralmente, uma camada uniforme em todo o corpo é o suficiente. 
• Como se trata de uma maquiagem, existe, sim, o risco de sujar a roupa. Para diminuí-lo, espere o produto ser totalmente absorvido antes de se vestir. No caso dos sprays tonalizantes, vale pressionar um lenço de papel sobre a pele para checar se já secou.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Consumo de bebidas isotônicas deve ser controlado


Um estudo feito pela Universidade Estadual da Paraíba em conjunto com a Universidade Federal da Paraíba, descobriu que a ingestão de bebidas isotônicas pode prejudicar o esmalte dos dentes dos atletas, causando cáries e aumentando a sensibilidade dentária. Mas não é só isso. Em excesso, os isotônicos dificultam a perda de peso, sobrecarregam os rins e podem contribuir para o aumento da pressão sanguínea. A seguir, veja quais os prós e contras desta bebida. 

Colha os benefícios com a dose certa

As bebidas isotônicas foram desenvolvidas para repor líquidos e sais minerais perdidos com a transpiração durante um exercício com carga intensa, com a finalidade de prevenir a desidratação e melhorar a desempenho esportivo. 

De acordo com o fisiologista do esporte Raul Santo de Oliveira, da Unifesp, os isotônicos são ricos em sódio, potássio, cálcio e fósforo, nutrientes que quando estão na corrente sanguínea favorecem o funcionamento das células e deixam o indivíduo com mais energia, tirando a sensação de cansaço. 

O termo isotônico refere-se à concentração iônica de um líquido em relação ao sangue. Se a concentração de sais minerais é menor em um líquido do que do sangue, ela é classificada como hipotônica. Quando é maior é avaliada como hipertônica e quando é igual ou muito parecido, como nas bebidas esportivas, esses líquidos são chamados de isotônicos. Por ter essas características, as bebidas isotônicas possuem melhor capacidade de repor líquidos, ganhando da água de coco e da própria água nesse quesito. De acordo com o fisiologista, para quem pratica exercícios físicos tem um acompanhamento profissional, a bebida isotônica é a melhor opção. "Por ter a mesma concentração de sais do sangue, elas fazem efeito mais rápido, do que uma quantidade igual de água", explica. 

Isotônico também engorda

"Para quem pratica exercícios e precisa de uma reposição de sais, água e energia, a bebida isotônica é a mais indicada. Mas para aqueles que não praticam atividades físicas suficientes para perder muitas calorias, os isotônicos trabalham negativamente, diminuindo as chances de perder peso", explica o fisiologista Raul Santo. 

Uma pesquisa feita pela Universidade do Texas, nos Estados Unidos, descobriu que adolescentes e adultos que associam o consumo de isotônicos a uma vida saudável, e por isso bebem quantidades exageradas dessa bebida, têm dificuldades de perder peso por causa da grande ingestão de carboidratos contida nos isotônicos. "O consumo sem indicação de um profissional, a falta de exercícios e a falsa ideia de que a bebida isotônica ajuda a emagrecer, podem dificultar o processo de emagrecimento", explica Raul Santo. 

Isotônicos não substituem a água

Por mais que estas bebidas melhorem o rendimento dos esportistas, elas não devem ser consumidas como uma alternativa para matar a sede ou para hidratação, substituindo sucos, chás e, principalmente, a água. A recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é que bebidas isotônicas sejam consumidas apenas por atletas, depois de uma atividade física pesada ou indicada por um especialista.

O consumo inadequado de bebidas isotônicas, segundo Raul Santo, é um erro grave, que pode levar ao agravamento de algumas doenças crônicas, como hipertensão e diabetes. "Essas bebidas, como o nome já diz, são para quem pratica atividades físicas e precisam de uma reposição de sais e de energia", aponta o especialista. Idosos e crianças também devem tomar cuidado com os isotônicos. "Antes dos seis anos e depois dos 60, é muito difícil que a quantidade de calorias gasta durante os exercícios justifique o consumo de bebidas esportivas", explica Raul Santo. Na terceira idade, também é mais comum desenvolver doenças cardíacas e diabetes, o que torna o consumo de isotônicos ainda menos indicados. 

Perigo para os rins

O aumento dos sais na corrente sanguínea pode ser um fator desencadeador para sintomas de algumas doenças, como hipertensão, diabetes, doenças cardiovasculares e insuficiência renal. De acordo com Raul Santo, os indivíduos que sofrem com elas, devem evitar as bebidas isotônicas. "O isotônico não causa nenhuma dessas doenças, mas pode piorar o quadro de quem já sofrem com elas". 

Uma das maiores preocupações é em relação aos perigos que essas bebidas podem causar nos rins. Por ter uma quantidade elevada de sais, principalmente o sódio, em excesso, os isotônicos são vistos como inimigos dos rins, já que poderiam sobrecarregá-los no processo de excreção deste mineral. De acordo com os fabricantes, uma embalagem de 500 mililitros de isotônico contém no máximo 225 miligramas de sódio, enquanto o consumo diário indicado pelo Ministério da Saúde é de seis gramas. Isso significa que mesmo bebendo um litro de bebidas isotônicas, a quantidade de sódio ingerida seria apenas 10% do recomendado.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

3 superalimentos que vão bombar


A cada temporada, surgem boas novidades à mesa para favorecer a saúde. No ano passado, as estrelas foram a chia, a goji berry e a batata yacon. Veja agora as apostas para 2014, segundo as nutricionistas Patricia Davidson Haiat, do Rio de Janeiro, e Priscila Di Ciero, de São Paulo:

Freekeh

Tradicional na culinária árabe, esse trigo verde se destaca por apresentar um alto teor de proteínas, vitaminas, minerais e ter até cinco vezes mais fibras que o arroz integral. O sabor é levemente defumado e pode ser usado em salada e sopa ou substituir o arroz. "Virou moda entre os gourmets nos Estados Unidos e na Europa", diz Priscila.

Kefir

Azedinho e refrescante, o alimento probiótico pode ser usado em shakes e vitaminas. "Deve ser cultivado em casa, como a coalhada, o que demanda um pouco de trabalho. Mas acredito que, em breve, a indústria crie um produto com o ingrediente para facilitar o uso", diz Patricia. Tem ação antiinflamatória e é rico em fósforo, magnésio e vitaminas B12 e K.

Romã

A fruta, que é sinônimo de sorte na virada do ano, tem tudo para brilhar ao longo de toda a temporada. Rica em antioxidantes, ajuda a neutralizar quase duas vezes mais radicais livres que o vinho tinto e sete vezes mais que o chá verde. E, segundo Patricia, ainda ajuda a acelerar o metabolismo.

Novos hábitos de consumo de alimentos O Brasil Food Trends 2020 (BFT) identificou as principais tendências da alimentação e os impactos delas nas diferentes atividades e setores de alimentos no Brasil. O levantamento é do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital) e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).


As exigências e tendências dos consumidores mundiais de alimentos foram agrupadas em cinco categorias:

1. Sensorialidade e prazer: as tendências de “sensorialidade e prazer” estão relacionadas ao aumento do nível de educação, informação e renda da população, entre outros fatores. Em diversos países, os consumidores estão valorizando as artes culinárias e as experiências gastronômicas, influenciando tanto o setor de serviços de alimentação como também o desenvolvimento de produtos industrializados.

2. Saudabilidade e bem-estar: as tendências de “saudabilidade e bem-estar” originam-se em fatores como o envelhecimento das populações, as descobertas científicas que vinculam determinadas dietas às doenças, bem como a renda e a vida nas grandes cidades, influenciando a busca de um estilo de vida mais saudável. São diversos os segmentos de consumo que estão surgindo a partir dessas tendências, entre os quais é possível destacar a procura de alimentos funcionais, os produtos para dietas e controle do peso, e o crescimento de uma nova geração de produtos naturais que estão se sobrepondo ao segmento de produtos orgânicos.

3. Conveniência e praticidade: as tendências de “conveniência e praticidade” são motivadas, principalmente, pelo ritmo de vida nos centros urbanos e pelas mudanças verificadas na estrutura tradicional das famílias, fatores que estimulam a demanda por produtos que permitem a economia de tempo e esforço dos consumidores. Por isso, cresce a demanda por refeições prontas e semiprontas, alimentos de fácil preparo, embalagens de fácil abertura, fechamento e descarte, com destaque para produtos preparados em forno de micro-ondas, além de serviços e produtos de delivery.

4. Confiabilidade e qualidade: os consumidores mais conscientes e informados tendem a demandar produtos seguros e de qualidade atestada, valorizando a garantia de origem e os selos de qualidade, obtidos a partir de boas práticas de fabricação e controle de riscos. Nessa direção têm sido valorizadas características que são intrínsecas aos produtos, tais como a rastreabilidade e a garantia de origem, os certificados de sistemas de gestão de qualidade e segurança, a rotulagem informativa e outras formas de comunicação que as empresas possam utilizar para demonstrar os atributos dos seus produtos.

5. Sustentabilidade e ética: além da exigência com a qualidade dos produtos e processos, as tendências de “sustentabilidade e ética” têm provocado o surgimento de consumidores preocupados com o meio ambiente e também interessados na possibilidade de contribuir para causas sociais ou auxiliar pequenas comunidades agrícolas por meio da compra de produtos alimentícios.